PROGRAMA NOVAS DE PAZ
De segunda à sexta | das 22:00 às 23:00. Acesse www.bezerrosfm.com.br.
Ore, divulgue e participe!

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

ANIVERSARIO DO NOSSO EV.MARCOS FABRICIO



CAPACITAÇÃO PARA PROFESSORES DE EBD NA AD CAMPINA-GRANDE-PB


Próximo sábado, 09/11, permitindo Deus, estarei ministrando no Templo Central da Assembleia de Deus em Campina Grande-PB, igreja presidida pelo pastor Danel Nunes, no período da tarde e noite, para professores e superintendentes da EBD, sobre  o temaPedagogia Transformadora, título do nosso mais recente livro lançado pela CPAD.

terça-feira, 17 de setembro de 2013

EU AMO ESSA MORENA ELA É QUEM DEUS ESCOLHEU PRA ESTAR AO MEU LADO E LOUVO A ELE POR ISSO , ELA ME COMPREENDE E SEMPRE ESTEVE ESTAR E ESTARAR COMIGO NOS MOMENTOS BONS ,QUASE BONS E DIFÍCEIS
JESUS TA SALVANDO AQUI TAMBEM VC NO TA ORANDO....



LOUVAMOS A DEUS PELA A VIDA DO NOSSO PASTOR PRESIDENTE ROBERTO JOSÉ DOS SANTOS



RADIO SINTONIA DA FÉ

A RÁDIO SINTONIA DA FÉ EM BEZERROS AGRADECE A TODOS OS OUVINTES FIEIS QUE TEM ORADO PELA SUA EXISTENCIA MAIORES COISAS VINRÃO

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

FOI BENÇÃO

SANTA CEIA SABADO DIA 14/09 VENHA E TRAGA SUA FAMILIA








O Pastor Presidente da IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS, sediada à Av. Brasil, 113, Centro, Abreu e Lima/PE, também Presidente da COMADALPE (Convenção Estadual de Ministros da Assembleia de Deus com Sede em Abreu e Lima/PE), no uso das atribuições que lhe conferem os artigos 35, 36 e 48 do vigente Estatuto da COMADALPE, Convoca todos os ministros para participarem da 1ª ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DA COMADALPE DE 2013, a realizar-se no dia* 05 de Setembro de 2013, ÀS 21h,* na Av. Brasil, 113, Centro, Abreu e Lima/PE. Assembleia Geral Extraordinária especialmente convocada


CULTO EM FRENTE AO PROGETO NOVAS DE PAZ EM BEZERROS

quarta-feira, 8 de maio de 2013


Palavra do Presidente

Prezados irmãos,

Inauguramos um novo tempo em nossa Convenção. Imbuídos da necessidade de acompanhar as transformações de nosso tempo, reconhecemos o potencial da internet como instrumento de evangelização, de intersecção das faixas etárias, de expansão do conhecimento e crescimento do reino de Deus. Sabemos que não podemos estar à margem de tal transformação, pois nossa Convenção foi sempre pioneira, embora as dificuldades sejam diversas. Tais dificuldades, porém, não são um empecilho intransponível, visto que o lançamento deste portal traduz nossa gestão para que os obstáculos sejam deixados para trás.
Agora queremos mais. Vamos criar conteúdo, adensar as propostas e projetos em torno do portal. Para isto contamos com a participação de superintendentes, diretorias, ministros, obreiros, membros e congregados em geral. Contamos, também, com a sugestão dos diversos irmãos. Acessem, cadastrem-se, critiquem positivamente, sugiram alterações. Tudo num só propósito: compartilhar informações da Convenção de interesse relevante a todos, para a glória de nosso Senhor Jesus Cristo. Informações antes difíceis de chegar ao grande público, como o dia-a-dia missionário, os eventos das diversas congregações e aspectos relevantes do crescimento de nossa Convenção, além da representatividade histórica dos fatos afeitos a ela, agora estarão disponíveis. Com o diferencial de que todos irão compartilhar tais informações e interagir entre si.
Os acessos preliminares indicam que estamos no rumo certo. Mal o portal foi lançado e a audiência se multiplicou. Não é nada mais que um reflexo tanto da potencialidade da ferramenta, quanto da crescente popularização da internet. É possível muito mais. Em termos de tecnologia os limites são impensáveis.

Alguns passos serão dados mais adiante. Iremos integrar informações administrativas, necessárias ao bom andamento dos trabalhos e congregações. Criaremos uma interação direta com as redes sociais. Abriremos espaço para a criação intelectual com artigos, opiniões, entrevistas. Traremos informações de interesse coletivo. Vamos fortalecer o trânsito de informações. Para exemplificar o aspecto prático de nossa intenção, nos próximos dias a emissão da lista de cultos em papel será abolida! Tal providência gerará uma economia significativa de dinheiro, ao mesmo tempo em que se coaduna com os esforços em prol de uma atividade ecologicamente sustentável. O próximo passo nesse sentido é automatizar os convites entre os órgãos. Todos ficarão disponíveis no portal, ao invés de serem impressos, onerando nosso orçamento e gastando papel. Outras modificações se darão num amplo processo estratégico que terá como resultado uma grande revolução. As ideias são as mais variadas e promissoras.

É só o começo. Contamos com você. Junte-se a nós!

Pr. Roberto José dos Santos

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Bonito é impactado pelo o poder da palavra de Deus

                        ASSEMBLEIA DE DEUS CONVENÇÃO ABREU E LIMA
Quase 400 almas se rendem aos pés de Jesus . A( UMADALPE) união das mocidades das Ass.de Deus em Abreu e lima e todo PERNAMBUCO ,.O Pr.Roberto e a mocidade da igreja mostrando a sua garra e força pregando a palavra do senhor e ganhando almas, na cidade de BONITO,  honra e glorias para JESUS QUE FOI O QUEM FÉS TUDO ISSO....




domingo, 31 de março de 2013

Papa dispara contra casamento gay e fala em aliança de religiões






O papa Bento 16 se mostrou combativo nesta sexta-feira ao convocar os católicos para "lutar" contra o casamento gay, em um contexto de mobilização da Igreja em todos os grandes debates da sociedade.
Em seu discurso de fim de ano à Cúria Romana, o governo central da Igreja, o papa criticou duramente as novas concepções da família que não se baseiam na união entre um homem e uma mulher e afirmou que "na luta pela família está em jogo a essência do ser humano".
Sem citar a palavra homossexual e sem fazer julgamento direto sobre a homossexualidade, ele atacou claramente a legalização do casamento gay e a adoção por esses casais na França, Estados Unidos e em outros países.
A posição do Vaticano sobre o casamento homossexual não mudou, mas o tom endureceu.
No momento em que os países ocidentais adotam reformas sobre o casamento homossexual, o "Ano da Fé", lançado em outubro pelo papa, parece ser a ocasião de combate sobre essas questões morais.
Alguns movimentos católicos organizaram uma grande manifestação contra o casamento gay na França em 18 de novembro. Uma outra manifestação nacional está prevista para 13 de janeiro.
Os representantes das grandes religiões da França (católica, islâmica, protestante, judaica), criticaram o projeto do governo francês, mas insistiram na natureza específica de seus argumentos.
Bento 16, em uma rara mensagem publicada quinta-feira no "Financial Times", convidou os cristãos a se engajarem nas áreas da justiça, da paz, da vida e da família.
Segundo o papa, os cristãos devem ser coerentes com a fé católica, disse, citando os políticos que são encarregados de votar a favor ou contra os projetos de lei de um governo.
Ele propôs uma "aliança" entre fiéis de diversas religiões e ateus sobre os temas essenciais de defesa da justiça, da paz, da família e da vida, que seria possível em razão de serem "leis naturais" as quais todos podem aderir.
Em virtude desta lógica, ele citou longamente, e de maneira inédita, o grande rabino da França, Gilles Bernheim, muito crítico ao projeto de legalizar o casamento e a adoção para os homossexuais.
O papa elogiou o trabalho do rabino Bernheim, que demonstra que "atentar contra a autêntica forma da família, constituída por um pai, uma mãe e uma criança (...) coloca em jogo a própria visão do ser humano".
"Se até o momento percebíamos como a causa da crise da família a incompreensão sobre a essência da liberdade humana, agora está claro que o que está em jogo é a própria visão do ser humano, o que significa em realidade o fato de ser uma pessoa humana", observou Bento XVI.
"A criança perdeu a posição a que pertencia até o momento e a dignidade particular que lhe é própria", prosseguiu o papa. "Bernheim mostra como, de sujeito jurídico independente em si mesmo, ele se transforma necessariamente em um objeto, que é e tem o direito, e como um objeto de direito, pode ser obtido".
Com a rejeição do casamento tradicional, acrescentou, "desaparecem as figuras fundamentais da existência humana: o pai, a mãe, o filho: as dimensões essenciais da experiência de ser uma pessoa humana estão desabando".
Neste discurso, no qual costuma explicar as principais preocupações da Igreja, o Papa lamentou a "profunda falsidade" dos estudos de gênero, que consideram que o sexo de uma pessoa é determinado, na realidade, pela sociedade e educação.
O papa insistiu que a "luta" pacífica que ele convocou ultrapassa as fronteiras da Igreja: os princípios que ela defende "não são verdades de fé, estão inscritas na própria natureza humana, identificável pela razão, e, portanto, comum a toda a humanidade", seja no casamento, no começo e fim da vida, e na bioética, afirmou o Papa. Sua transformação causará "prejuízo grave para a justiça e a paz", acrescentou.
retirado da folha de são paulo

quarta-feira, 27 de março de 2013

A mensagem de Cristo às sete igrejas, sexta carta à igreja de Filadélfia!

Bezerros, culto na igreja Sede, Bairro:São Pedro, dia 27/03/2013, Palavra ministrada pelo nosso PR. Marcos Fabrício, Texto; Apocalipse 3:7-13"E ao anjo da igreja que está em Filadélfia escreve: Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre: Conheço as tuas obras; eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar; tendo pouca força, guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome. Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo. Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra. Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, do meu Deus, e também o meu novo nome. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas."


         A igreja de Filadélfia, foi uma igreja que foi elogiada, A igreja de Filadélfia era uma igreja que se esforçava para voltar ao primeiro amor. (1 Coríntios 13:1-7), O amor tem que está dentro das igrejas, Filadélfia a igreja do amor perfeito, existe crentes que, dentro da igreja chora, diz que ama a Deus, mas, não conseguem perdoar ao irmão, pra amar tem que saber perdoar, "Pra Amar, Tem que Perdoar".
         A igreja de Filadélfia não era uma igreja grande, não era uma igreja forte, porém em meio a tribulação continuavam sendo crentes. Teve algumas pessoas que se diziam crentes e não eram, para semear falsas doutrinas, mas os crentes da igreja de Filadélfia reconhecia que só havia um Deus.  Deus é Fiel com quem é Fiel com Ele.

quinta-feira, 21 de março de 2013

Nova Faixada da Igreja em Bezerros-PE!

Confira como nossa igreja está ficando bonita, venha você mesmo ver, Bezerros-PE,rua: Mizael Andre Nº82, Bairro:São Pedro!



terça-feira, 19 de março de 2013

imagens do sitio cocos




VENHA CONHECER A CONG. DO SITIO COCOS E SENTIR A PRESENÇA DE DEUS NESSE SERTÃO , AQUI O BOI NÃO ENGORDA E O CAVALO ANDA MAGO TODA VIDA , MAIS O SENHOR ESTAR SALVANDO , BATIZANDO,CURANDO,RENOVANDO E LIBERTANDO MUITAS VIDAS .

quarta-feira, 13 de março de 2013

A mensagem de cristo as sete igrejas: quarta carta à igreja Tiatra!

Bezerros, 13/03/2013, culto de doutrina na igreja no bairro São Pedro (SEDE). Palavra ministrada pelo nosso PR. Marcos Fabrício, Texto:Apocalipse 2:18-29."E ao anjo da igreja de Tiatira escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem seus olhos como chama de fogo, e os pés semelhantes ao latão reluzente: Eu conheço as tuas obras, e o teu amor, e o teu serviço, e a tua fé, e a tua paciência, e que as tuas últimas obras são mais do que as primeiras. Mas tenho contra ti que toleras Jezabel, mulher que se diz profetisa, ensinar e enganar os meus servos, para que se prostituam e comam dos sacrifícios da idolatria. E dei-lhe tempo para que se arrependesse da sua prostituição; e não se arrependeu. Eis que a porei numa cama, e sobre os que adulteram com ela virá grande tribulação, se não se arrependerem das suas obras. E ferirei de morte a seus filhos, e todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda os rins e os corações. E darei a cada um de vós segundo as vossas obras. Mas eu vos digo a vós, e aos restantes que estão em Tiatira, a todos quantos não têm esta doutrina, e não conheceram, como dizem, as profundezas de Satanás, que outra carga vos não porei. Mas o que tendes, retende-o até que eu venha. E ao que vencer, e guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações, E com vara de ferro as regerá; e serão quebradas como vasos de oleiro; como também recebi de meu Pai. E dar-lhe-ei a estrela da manhã. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. "

No texto no vercicolo 19, diz que as ultimas obras estão sendo maior que as primeira. Das sete cartas, a carta a igreja de Tiatra é a maior, (Atos 16:14,15) Quem dirigia a igreja de Tiatra era Lidia a mesma que foi citada no livro de Atos, depois que Lidia se converteu ela seguiu a Paulo, e também ela se dedicou a aprender a  palavra, quando Paulo saio da cidade de Tiatra colocou aquela mulher como a líder, naquela igreja havia uma mulher chamada Jezabel, a quem Deus compara com a Jezabel escrita no livro de 1 Reis (1 Reis 19:1,2). (Atos 19:2) Era uma igreja que ouvia a palavra, porem Jezabel estava pregando uma falsa doutrina e estava levando os cristãos para o caminho errado. (Apocalipse 2:21,22) Deus ele da um tempo para o arrependimento, nós temos que ter cuidado pois ainda hoje à Jezabel querendo entrar nas igrejas!

quarta-feira, 6 de março de 2013

A mensagem de Cristo as sete igrejas: Terceira carta, a igreja de Pérgamo!

Bezerros, culto de Doutrina na igreja do bairro São Pedro (SEDE),dia 06/02/2013. Palavra ministrada pelo nosso PR. Marcos Fabrício, TEXTO:Apocalipse 2:12-17"E ao anjo da igreja que está em Pérgamo escreve: Isto diz aquele que tem a espada aguda de dois fios:Conheço as tuas obras, e onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; e reténs o meu nome, e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita. Mas algumas poucas coisas tenho contra ti, porque tens lá os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, para que comessem dos sacrifícios da idolatria, e se prostituíssem. Assim tens também os que seguem a doutrina dos nicolaítas, o que eu odeio. Arrepende-te, pois, quando não em breve virei a ti, e contra eles batalharei com a espada da minha boca.Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer darei a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe."
(Apocalipse 2:13), Deus diz "eu sei as tuas obras...", pois Deus nos conhece, igreja e a cidade Pérgamo, seu nome deriva da palavra 'Pergaminho', pois em sua biblioteca havia aproximadamente 200 mil 'Livros"(Pergaminhos), uma cidade com um poder capitalista grande, porém o pastor da igreja de Pérgamo tinha dificuldade em comandar a igreja. Havia um pastor daquela igreja chamado Antipas que foi morto pelos próprios irmãos da igreja, pois os irmãos se contaminaram com a doutrina de Balaão. Jesus tem negocio com quem está de pé, Jesus tem negocio com quem guarda a palavra de Deus.
Você foi chamado para fazer a diferença, tem crente que quer adaptar a bíblia aos costumes das pessoas, mas nós temos que aceitar a palavra. (Números 22) às vezes o crente não está vendo, mas Deus usa até a jumenta, (Apocalipse 2:16), deus diz que iria usar a espada da sua boca. ou seja, a palavra de Deus(Hebreus 4:12). (Efésios 6:13-17,Josué 1:8, 2 Timóteo 2:15)

terça-feira, 5 de março de 2013

Doutrina na igreja do bairro STº Antonio!

Bezerros, culto de doutrina na igreja no bairro do STº Antonio, dia 05/02/2013. Palavra ministrada pelo nosso PR. Marcos Fabrício, TEXTO:Salmos 23:1-6."O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará.Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome. Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam. Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda. Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do SENHOR por longos dias. "

(1Samuel 16:10-13), Davi foi um pastore de ovelhas, no Salmos 23, os salmista chama Deus de Senhor e de Pastor, nós temos que nos aquietar, pois Deus é o nosso pastor e nada nos faltara. A ovelha tem que ter um Pastor e tem que confiar no seu Pastor, nós temos que ser servos e ovelhas, e como servos temos que ser submisso ao nosso Senhor, hoje em dia tem servo que não sabe servir pois há pessoas que não sabe servir, pessoas que não aceita ter ninguém acima dele.
Davi tinha sete irmãos porém Deus escolheu a Davi e quando Deus escolhe está escolhido.
Quando Deus quer ele chama quem quer, quando quer, e do jeito que Ele quer.
Davi foi ungido a rei mais ele não assumiu o trono no mesmo dia, ele teve que esperar anos para assumir o reinado, então temos que nos aquietar pois nosso Deus tem refugio para nosso alma, nós temos um Pastor para nos proteger, então nãos tenhais medo, Deus está contigo!

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013


ESMIRNA, A IGREJA CONFESSANTE E MÁRTIR.


Martírio de Policarpo, Bispo de Esmirna
A Fundação da Igreja em Esmirna
Localizada ao norte de Éfeso, e com uma população de cerca de 250.000 habitantes, a cidade de Esmirna era considerada a mais bela da Ásia Menor. Sua beleza natural era fascinante. Seu esplendor habitava entre o mar e as montanhas. Sua estrutura urbana era modelo para as demais cidades de sua época. O comércio internacional favorecia economicamente a cidade, que era grande exportadora de mirra.
Na condição de centro religioso, em Esmirna eram adorados os deuses Cibele, Apolo, Asclépio, Afrodite e Zeus. O culto ao imperador, que incluía a queima de incenso a imagem de César, foi lá bastante difundido e praticado. [1] Conforme Kistemaker:
Em 26 d.C., ela dedicou um templo ao imperador Tibério e se gabava de ser a principal no culto ao imperador. Essa jactância agradou aos administradores romanos, os quais fomentavam a paz e a unidade que caracterizavam o espírito de Roma por todo o império. William Barclay escreve que, para tornar o espírito de Roma tangível, os romanos apresentaram o imperador como sendo sua incorporação, e assim surgiu o culto ao imperador. Ainda que alguns dos primeiros imperadores discordassem de tal culto, a população o ativou ao ponto de tornar os imperadores divinos.[2]
Não há registros específicos da chegada do Evangelho e da fundação da igreja em Esmirna, mas podemos sem problema algum enquadrar tais fatos no contexto de Atos 19.10:
Durou isto por espaço de dois anos, dando ensejo a que todos os habitantes da Ásia ouvissem a palavra do Senhor, tanto judeus como gregos.
Como na grande maioria dos casos, na medida em que foi estabelecida pela pregação do Evangelho, a igreja em Esmirna começou a provocar e a vivenciar algumas tensões, inquietações e desconfortos, que aos poucos se transformou numa violenta e cruel perseguição.
A Perseguição à Igreja em Esmirna
Ao anjo da igreja em Esmirna escreve: Estas coisas diz o primeiro e o último, que esteve morto e tornou a viver: (Ap 2.8)
Os historiadores sugerem que o bispo da igreja em Esmirna por ocasião desta carta era Policarpo (69 d.C.-155 d.C.). Como falar de Esmirna e não citar esse grande mártir da história do cristianismo?
Policarpo fora discipulado por João. Ao se tornar pastor da igreja em Esmirna manteve-se fiel à Palavra, mesmo sendo sabedor da possibilidade do martírio.
No ano de 155 ainda estava vigente a política de Trajano sugerida ao governador Plínio, onde os cristãos não eram perseguidos, mas se delatados por alguém, e se negavam a adoração aos deuses ou ao imperador, eram submetidos aos tribunais romanos, condenados, castigados e martirizados. [3]
Eusébio de Cesaréia, em sua História Eclesiástica, nos narra alguns detalhes do martírio de Policarpo, registrados numa correspondência enviada pela igreja em Esmirna às igrejas de Ponto. Antes de relatar os fatos relacionados ao martírio de Policarpo, na referida correspondência se encontras detalhes sobre os métodos empregados pelos martirizadores dos crentes em Esmirna:
Os que postavam à volta ficavam tomados de assombro ao vê-los lacerados por chicotadas, expondo o próprio sangue e artérias, de modo que a carne encerrada nas partes mais internas do corpo e as próprias entranhas ficavam à vista. Eles eram deitados sobre conchas do mar e sobre pontas afiadas de lanças sobre o chão. E depois de passar por todo tipo de punição e tormento, eram por fim lançados às feras. [4]
Foi a postura de um jovem nobre chamado Germânico diante de seu próprio martírio, que a fúria dos perseguidores se voltou incontrolavelmente contra o líder da igreja em Esmirna. Persuadido por muitos e de várias maneiras para que negasse a sua fé em Cristo, e que prestasse culto ao imperador, Policarpo caminhou firme em direção ao estádio onde seria martirizado. Quando o governador lhe pediu para que negasse a Cristo, Policarpo lhe respondeu:
Oitenta e seis anos tenho-lhe servido, e ele nunca me fez mal; e como posso agora blasfemar meu Rei que me salvou? [... ] Ameaça-me com fogo que queima por um momento e logo se extingue, pois nada sabes do julgamento que virá e do fogo da punição eterna reservada para os perversos. Mas, por que te demoras? Faze o que desejas. [5]
As palavras de Policarpo enfureciam cada vez mais os seus algozes. Como de costume, o arauto se dirigiu ao centro do estádio e proclamou: “Policarpo confessa que é cristão”. Amarrado a uma estaca e sem roupas, antes de seus executores acenderem o fogo, Policarpo fez a seguinte oração:
Ó Pai de teu amado e bendito Filho Jesus Cristo, por meio de quem recebemos o conhecimento a teu respeito. O Deus dos anjos e poderes, e de toda a criação, e de toda a família dos justos, que vive diante do pai, bendigo-te por teres me considerado digno deste dia e hora, de fazer parte do número de mártires e do cálice de Cristo, até a ressurreição da vida eterna, tanto da alma como do corpo, na felicidade incorruptível do Santo Espírito. Que eu possa ser recebido entre eles em sua presença neste dia, como um sacrifício rico e aceitável conforme preparou, revelou e cumpriu o fiel e verdadeiro Deus. Assim, por essa causa e por todas as coisas louvo-te, bendigo-te por intermédio do sumo sacerdote eterno, Jesus Cristo, teu Filho amado. Por meio de quem seja a glória para ti no Santo Espírito, agora e para sempre. Amém. [6]
Quando nos deparamos com as narrativas acima, passamos a entender a necessidade da ênfase dada no início da carta à igreja em Esmirna à morte e ressurreição de Jesus, que certamente contribuiu para ajudar aqueles crentes fiéis a superarem o medo natural da morte e do martírio.
O Exemplo da Igreja em Esmirna
Conheço a tua tribulação, a tua pobreza (mas tu és rico) e a blasfêmia dos que a si mesmos se declaram judeus e não são, sendo, antes, sinagoga de Satanás. (Ap 2.9)
Jesus declara conhecer a real condição daquela igreja, que implicava em constante e grande aflição (gr. thlipsin), e em extrema pobreza (gr. ptocheian), mas que era espiritualmente e essencialmente rica.
A condição da igreja em Esmirna promove a desconstrução dos fundamentos da Teologia da Prosperidade e da Vitória Financeira, fortemente difundidos nas Assembleias de Deus no Brasil pelo pastor Silas Malafaia, através de seu programa de televisão. Os crentes de Esmirna eram fiéis, mas tal fidelidade provocou a tribulação e pobreza material deles, visto que na próspera cidade de Esmirna muitos foram obrigados a deixar os seus empregos, tendo também os seus bens confiscados. [7] Como bem adverte Kistemaker:
Isso não significa que os crentes devam atrair perseguição e dificuldades a fim de ficarem ricos de possessões espirituais; antes, Jesus quer que sejam fiéis, a ele e à sua palavra, mesmo quando passam por dificuldades e abuso, porque então serão espiritualmente bem-aventurados (Mt 5.11, 12; Tg 2.5)
É preciso ter cuidado para não incorrermos no erro da Teologia da Prosperidade e da Teologia da Miserabilidade.
O tipo de fé vivenciada pela igreja em Esmirna deve provocar em nós uma reflexão sobre o tipo de fé que vivenciamos em pleno século XXI. Até que ponto não estamos praticando algum tipo de idolatria pós-moderna? Podemos não estar cultuando o “imperador”, mas será que não cultuamos o “poder” do imperador? Quando pastores abandonam os seus ministérios, ou dividem o pastoreio do rebanho com a política secular, não está aí presente o culto ao poder? Quando líderes fazem acertos com políticos em bastidores, chegando a negociar os votos da igreja em períodos de campanhas eleitorais, visando em alguns casos tirar proveito em benefício próprio, de familiares e de amigos, não estamos queimando incenso aos imperadores? Será que não trocamos os deuses em forma de estátuas e imagens, por deuses em forma de bens e recursos materiais?
O atual assédio dos políticos mundanos em torno das Assembleias de Deus no Brasil, não deveria provocar em nós desconfiança? Por que não éramos assediados quando não passávamos de um pequeno grupo de “bodes barulhentos”? Por que nossos templos não eram visitados por vereadores, deputados, senadores, prefeitos, governadores e presidentes na época em que não tínhamos tanta expressividade numérica e visibilidade social?
Será que diferente da igreja em Esmirna, não fomos seduzidos, embriagados, entorpecidos e enganados pela glória e honra do presente século, oferecida por satanás ao próprio Cristo (Mt 4.8-9)?
Qual é a real condição da igreja evangélica brasileira, e em especial as Assembleias de Deus, diante daquele que não apenas conhece todas as obras, mas que conhece também os nossos desejos, vontades, motivações e interesses?
Que a igreja de Esmirna nos sirva de exemplo e referencial de fidelidade a Deus, coragem e determinação.
[...] Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: O vencedor de nenhum modo sofrerá dano da segunda morte. (Ap 2.10c-11)


Retirado do Blog do PR.Altair Germano.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Culto de doutrina, dia 21/02/2013.

Bezerros dia 21/02/2013, culto de doutrina na igreja do STº Antonio. Palavra ministrada pelo nosso PR. Marcos Fabrício; Texto:Marcos 16;16 "Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado." 

 "Batismo!"

Começou falando que Jesus diz (Marcos 16:16) que: "Quem crer e for batizado sera salvo...", não só pelo batismo, nas águas, mas sim a graça de Deus. Surge uma pergunta 'tem que ser batizado para ser salvo'? Mas a três tipos de batismo, o batismo no espirito santo, o batismo nas águas e o batismo do arrependimento(que é quando alguém se converte este é o bastimo do arrependimento.), mas o batismo nas águas também é ordenação bíblica (Mateus 3:13-17), (João 3:3-6). O que o batismo representa para um cristão? (Atos 8:26-39), O batismo representa um novo nascimento, o batismo tem que ser de imersão (ou seja um mergulho).

Dízimos!

Texto: Levítico 27:30-32, A palavra dízimo significa 10%, e nós não damos o dízimo, nós o devolvemos pois ele não e nosso e sim do Senhor e é Ele que nos dá o dinheiro para nossas necessidades . O dízimo não é só uma adoração também é uma prova de Deus para conosco, para com a nossa fidelidade, o dízimo tem que ser pontual, com honestidade, e com amor. O cristão fiel não acumula dízimo e nem atrapalha seu desenvolvimento. O dízimo é chamado de primícia, portanto devemos primeiro separar o dízimo de tudo que ganhamos!

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

A Mensagem de Cristo as sete igrejas; Primeira igreja, Éfeso!

Bezerros, igreja do São Pedro(SEDE) dia 20/02/2013. Palavra ministrada pelo nosso PR. Marcos Fabrício, TEXTO:Apocalipse 1:19-20"Escreve as coisas que tens visto, e as que são, e as que depois destas hão de acontecer;O mistério das sete estrelas, que viste na minha destra, e dos sete castiçais de ouro. As sete estrelas são os anjos das sete igrejas, e os sete castiçais, que viste, são as sete igrejas."


O Pastor citou Apocalipse 2:1-7, falando que foi a carta a igreja de Éfeso, e sempre nas cartas as igrejas nos primeiros versículos diz:"Ao Anjo da igreja", ou seja toda igreja tem um anjo que é o Pastor, e quando Deus coloca Ele se responsabiliza. E a muitos que não respeitam os líderes da igreja.
No capitulo 2:2 do livro do Apocalipse, Ele diz: "Eu sei as tuas obras", significa que Deus quis dizer, eu te conheço por dentro e por fora, Podemos mentir para todos, só não podemos mentir para Deus. Deus conhece o nosso trabalho, a igreja de Éfeso era uma igreja que sofria, porém, tinha paciência, mas a igreja de Éfeso tinha perdido o primeiro amor, não trabalhava como trabelhava antes. Juízes 6:1; Deus procura pessoa arrependidas e Deus achou a Gideão, e o mesmo foi malhar trigo no lagar, para livrar Israel das mãos dos Midianitas, e tem gente que se incomoda com o seu trabalho.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

A Graça!

Bezerros culto na igreja do STº Antonio, dia 14/02/2013; Palavra ministrada pelo AUX. Local Eduardo TEXTO: 2Coríntios "E a nossa esperança acerca de vós é firme, sabendo que, como sois participantes das aflições, assim o sereis também da consolação.
Porque não queremos, irmãos, que ignoreis a tribulação que nos sobreveio na Ásia, pois que fomos sobremaneira agravados mais do que podíamos suportar, de modo tal que até da vida desesperamos.
Mas já em nós mesmos tínhamos a sentença de morte, para que não confiássemos em nós, mas em Deus, que ressuscita os mortos; "

O AUX. Eduardo começou falando que Graça significa favor imerecido (algum que não merecemos).
A Graça de Deus nos basta, a graça de Deus é suficiente na nossa vida e nos só estamos onde estamos porque através da imensa graça de Deus Ele enviou seu Filho amado para que nos desse a salvação.
Nós só estamos no lugar que estamos hoje pela graça de Deus (1Coríntions 15:10) tudo que fazemos depende da Graça de Deus!
(1)Deus nos concede sua Graça com dávida, "presente" (1Coríntios 1:4) a fim de que possamos crer no Senhor (Efésios 2:8,9)
(2)Deus nos da graça: para sermos libertos (Romanos 6 :20-22), para que em nós opere tanto o querer como o efetuar (Filipensses 2:13), para orarmos (Zacarias 12:10), para o crescimento em Cristo (2Pedro 3:18) e para testemunhar a ressurreição de Cristo (Atos 4:33).
(3)Devemos buscar a graça de Deus (Hebreus 4:16).
Meios de receber a graça de Deus:
Estudar e obedecer a bíblia (2Timóteo 3:15 e João 20:31), Devemos orar (Judas v20),Devemos jejuar (Mateus 4:2), Devemos adorar a Deus (Efésios 5:18-20) e Devemos participar da ceia do Senhor
E terminou falando quer receber Graça para vencer seja humilde (Tiago 4:6)

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

CONTRIBUIÇÃO, O AMOR AO PROXÍMO!


Bezerros Igreja no Bairro São Pedro(SEDE), dia 13/02/2013, Culto de doutrina palavra ministrada pelo nosso PR. Marcos Fabrício!

Texto: 2 Co 8,9"Porque já sabeis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre; para que pela sua pobreza enriquecêsseis."

I) A CONTRIBUIÇÃO DEVE SER EXTRAORDINÁRIA E NÃO ORDINÁRIA.
Dar o que se tem sobrando, ou o que não nos faz falta, ou o que não cria limitações não é ainda o dar conforme se requer no Novo Testamento. (v. 2b). Dar na medida das posses é um bom começo. Mas ainda melhor é dar acima das delas. Quem dá o dízimo dá apenas na medida de suas possibilidades. É preciso ir além, chegar no extraordinário. (Mt. 5:43-48; Mc. 12.41-44).

II) CONTRIBUIÇÃO DEVE SER UMA EXTENSÃO DO COMPROMISSO QUE SE TEM COM O LOUVOR A DEUS, COM A MATURIDADE ESPIRITUAL E COM A PROPAGAÇÃO DO REINO DE DEUS.
Inicialmente nossas ofertas devem ser extensão de nosso culto racional. Culto racional é a entrega das múltiplas dimensões da vida no altar de Deus como resposta às muitas misericórdias divinas que nos alcançaram (Rm. 12:1-3; 2 Co. 8:5; 9.12)

III) A CONTRIBUIÇÃO TEM QUE TER FINS, MEIOS E MOTIVOS.
(Fins justos - meios corretos - razões corretas). (2 Co. 8:4c; 9.7) "Assistência aos santos". Nossa contribuição deve ser com o propósito de promover a justiça, misericórdia e a fé. (Mt. 23:23; Fp 4:15, 16)

IV) A CONTRIBUIÇÃO SÓ SE EFEITVA MEDIANTE DILIGÊNCIA, PRESTEZA E ZELO.
Paulo cobra dos coríntios inicialmente uma atitude diligente, a fim de tornarem a contribuição efetiva. (2 Co. 8:8; 9:2a)

V) A CONTRIBUIÇÃO TEM QUE SER FEITA, AINDA QUE ELA SIGNIFIQUE UM AUTO-EMPOBRECIMENTO. (2 Co. 8:9; Mt. 5:44 e 45; 18:23-35; Lc. 7:47; Cl. 3:13b)
"Porque já sabeis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre; para que pela sua pobreza enriquecêsseis".

VI) A CONTRIBUIÇÃO DEVE SER O RESULTADO DA COMPREENSÃO QUE NO CICLO DA SOLIDARIEDADE, TODA ABUNDÂNCIA É DADA PARA SUPRIR A POBREZA. (2 Co. 8:13-15)
VII) AS CONTRIBUIÇÕES PARA A OBRA DE DEUS DEVEM SER CRITERIOSAMENTE ADMINISTRADAS E ABERTAS AUDITORIAS CRISTÃS.

1. Prestar contas aumenta o crédito do líder e motiva a igreja a contribuir. Paulo se preocupa com este aspecto do processo da contribuição. (2 Co. 8:16-18; 9:2-5)

2. Não basta haver honestidade é preciso haver transparência. Lições que Paulo nos ensina em 2 Co. 8:16-24: 1- Não seja o único administrador (v. 19); 2- Seja administrador dos administradores (vs. 10, 16, 18, 22, 24);
3- Os administradores tem que ser homens que estejam acima de qualquer suspeita; (vs. 24, 23, 22, 16, 17b, 17ª)
4- É preciso que a escolha seja democrática (v. 19).
VIII) A CONTRIBUIÇÃO ALEGRE E VOLUNTÁRIA É DESENCADEADA DE UM CICLO DE BÊNÇÃOS. (2 Co. 9:6-11; Pv. 11:24, 25, 19:17; Is. 58:8-12).

1. Promessas de bênçãos (II Co.):
(1) "Tendo sempre" (9:8);
(2) "Ampla suficiência" (9:8);
(3) "Suprirá" (9:10);
(4) "Aumentará" (9:10);
(5) "Multiplicará" (9:10).
Num sentido geral, Paulo deixa claro que no dom de dar, ninguém se equipara com o que Deus já fez pelo homem (Rm. 8:32). A compreensão destes princípios da Palavra, pode fazer a igreja crescer na "graça de dar". Há um princípio dito por Jesus em Lc. 6:38: "Daí e ser-vos-a dado..." Semear é opcional, porém colher é obrigatório. A lei da semeadura é infalível. Concluo com uma frase que li em um livro do T. D. Takes: "Se não gosta do que está colhendo, olhe para trás e veja o que foi plantado". Colhemos na proporção que plantamos. As doações perfazem um benefício mútuo. Não há como desvincular generosidade com o dinheiro e generosidade espiritual.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Confraternização de jovens!


Bezerros, igreja no Bairro: São Pedro (SEDE) 12/02/2013. Caravanas vindas de Pombos com o PR.Oseias, fez-se presente também uma caravana de Gravatá e também vindo da igreja SEDE em Abreu e lima AUX.Thuyamn com uma caravana.Palavra ministrada pelo AUX.Thuyamn. Texto 2Crônicas 7:14 "E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra."    Tema: As 4 Atitudes De Uma Geração Que Se Quebranta!



O AUX. Thuyamn começou falando sobre Davi, falou que Davi queria construir um templo e o profeta Natã disse que ele poderia construir o templo, mas o profeta falou isso pela amizade só que o profeta é chamado para falar o que Deus quer,então Deus manda o profeta Natã voltar e dizer a Davi que ele não poderia construir o templo mas Deus daria sabedoria a Davi para que o mesmo desenhasse o templo, você não vai ficar de fora do projeto de Deus. Tem gente que não faz nada e não deixa ninguém fazer, mas se você não poder fazer Deus vai permitir que você ajude alguém a fazer. Alguém pode querer tomar o teu lugar mais Deus não vai permitir, o que é pra ser seu será, por que quando Deus quer ele faz. Ninguém pode atrapalhar o projeto de Deus na tua vida. As 4 atitudes de uma geração que se quebranta:


O AUX. Citou 2Reis 5, Todo exaltado tem um ponto fraco e Deus conhece esse ponto fraco, Se você quer um milagre se humilhe. E terminou falando que Deus tem milagre para quem é humilhado.


segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Encontro dos Jovens!



Bezerros igreja Bairro: São Pedro (SEDE), dia 11/02/2013. Palavra ministrada pelo PR.Everton, TEXTO 2Crônicas 7:14

 "E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra."
Começou falando que: Nada fora do tempo de Deus presta, há muitos que confundem liberdade, pois liberdade é fazer tudo o que Deus quer. Lucas 15:11-32, Se você não sair do lugar, Deus vai te abençoar que nem você vai acreditar. Chega o dia em que o prazer do mundo acaba, não troque as coisas de Deus por momentos de prazer. Deus as vezes permite que quebremos a cara para que aprendamos a dar valor as coisas de Deus. Não troque as bençãos de Deus por por nada, Deus ainda vai buscar as pessoas na lama.

A passagem do Filho Prodigo conta a história de um certo homem que tinha dois filhos, e o mais moço pediu a sua parte na herança de seu pai, PR. Everton explicou que o rapaz já começou sua historia errada pois se seu pai estava vivo como lhe daria sua parte da herança isto já mostrou o quanto ele o-amava ,pouco se importou com seu pai estava mesmo interessando naquilo que só lhe traria prazer momentâneo , e outro detalhe que o Pregador explicou foi que quem ama quer estar perto , com este moço foi bem diferente porque ele além da sua parte da herança ele também quis ir para um lugar distante, daí passando algum tempo ele viu seu dinheiro acabando seus amigos se afastaram e ele percebeu o quanto ele havia agindo de uma forma errada. Mas como seu pai o amava o aceitou de volta e lhe preparou uma festa na sua volta para cãs pois um dia este moço caiu em si e viu com até ali havia errado muitíssimo em deixar o seu lar e as pessoas que realmente o amava não pelo que ele tinha financeiramente mais o que sua pessoa representava na casa de seu pai.
Com esta história podemos aprender que o que Deus tem para nós oferecer é bem maior do que o mundo pode nós proporcionar.
No nosso dia a dia é mesmo assim nossas decisões hoje vão refletir no nosso futuro amanhã!

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Suportando a Cruz e Desprezando As Afrontas.


Culto dia 31/01/2013 na Igreja do Bairro STº Antonio. Palavra ministrada pelo nosso PR. Local Marcos Fabrício, Texto:Marcos 8:34 E Jesus chamando a multidão com os seus discípulos, disse-lhes se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz e sega-me.” 


INTRODUÇÃO
Jesus Cristo se apropriou de um símbolo muito usado na época “CRUZ”, e atraiu para si multidões a fim de mostrar-lhes que não importa quão grande seja os obstáculos, mas o importante é segui-lo, embora não se tratasse literalmente de uma cruz de madeira, ferro ou quaisquer outros materiais. Esse tipo de cruz a qual Jesus se refere é algo muito mais pesado, pois a luta é constante e o sofrimento é continuo. Neste comentário veremos o significado, a decisão do crente em carregar a cruz, seis classes de sofrimentos, e o cireneu que lhe ajudará carregá-la.


SIGNIFICADO
- Um instrumento de tortura, usado para execução de pessoas (criminosas e escravos) (Lc 23:33;).
- Símbolo de sofrimento e morte (1 Pe 2:21;4:13; At 10:39).
- Sinal de vergonha, onde Cristo sofreu a mais terrível dor (Hb 12:2).
- Zombaria; Na cruz que Jesus foi zombado pelos seus algozes (Mt 27:39).
- Rejeição (1 Pe 2:4).

SEIS CLASSES DE SOFRIMENTO
O cristão deve estar ciente que enfrentará por toda a sua vida seis classes de sofrimentos. “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições: mas tende bom ânimo; eu venci o mundo” (Jo 16.33b).


1º- Negar-se a si mesmo: Por amor a Cristo e abrindo mão de tudo como: casa, família, bens materiais, e tantas outras coisas que são vultosas, estes não devem ser mais amados e estimados (Lc 14:26,27).
2º- Lutar contra o pecado, pois é uma das metas principais para quem quer seguir a Cristo (I Pe 4:1,2; Rm 6.2) crucificando as suas concupiscências (1 Pe 2:11,21-14; Gl 2:20; 6:14; Rm 6:8,13; Tt 2:12).
3º- Lutar contra Satanás e os poderes das trevas: Permanecer firme e sem olhar para trás (2 Cor 10:4,5; 6:7; Ef 6:12; 1 Tim 6:12), enfrentando todo tipo de hostilidade do adversário e das hostes infernais (2 Cor 6:3-7; 11:23-29; 1 Pe 5:8-10). Nessa luta jamais devemos ser perdedor.
4º- Perseguição: Por resistir aos falsos mestres que distorcem o verdadeiro sentido do evangelho (Mt 23:1-36; Gl 1:9; Fp 1:15-17).
5º- Opróbrio: Ódio e todo escárnio do mundo (Hb 11:25,26; Jo 15:18-25), rejeitando todo tipo de imoralidade (1 Cor 12.1-27).
6º- A cruz: Carregá-la até o último instante da vida (Mt 16.24).


O cireneu
Talvez este termo seja estranho, pois se tratava de um cireneu chamado Simão, (natural de Cirene Cidade da Líbia) que provavelmente vindo do campo e estava em Jerusalém no período da páscoa, este fora constrangido a carregar a cruz de Cristo (Lc 23:26). Deus não constrange ninguém carregar a cruz (Mc 8.34), mas a todos quanto quiserem carregar, Deus dará a capacidade e o consolo para chegarmos até o fim.
                CONCLUSÃO:

Nada façais para tornar a sua cruz mais pesada, ao mesmo tempo, não se pendure nas dos outros.